Saiba controlar suas preocupações

A preocupação pode definir-se, como uma angústia ou uma agitação mental resultante da inquietação, geralmente algo previsível ou iminente. Existem dois aspectos da definição que requerem uma especial atenção: a preocupação é uma atividade mental (cognitiva) e ela é geralmente sobre algo que pode ou não pode acontecer no futuro.

Elas estão presentes em nosso cotidiano, em maior ou menor intensidade, seja para pequenas questões ou grandes problemas, mas existem. Quando constante ou em situações complicadas, a preocupação ganha espaço e acaba tornando-se ansiedade, bastante comum, sobretudo em situações que geram algum tipo de expectativa ou medo.

Conforme o médico Drauzio Varella, em entrevista à revista Exame, “a ansiedade funciona como um sinal que prepara a pessoa para enfrentar o desafio e, mesmo que ele não seja superado, favorece sua adaptação às novas condições de vida”. Ela vira problema quando é generalizada, ou seja, atua em todos os momentos da vida.

“É um distúrbio caracterizado pela ‘preocupação excessiva ou expectativa apreensiva’, persistente e de difícil controle, que perdura por seis meses no mínimo e vem acompanhado por três ou mais dos seguintes sintomas: inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular e perturbação do sono”, afirma o médico.

Porém, é possível tomar atitudes frente a preocupação e, consequentemente, contra a ansiedade. No livro Como Evitar Preocupações e Começar a Viver, Dale Carnegie mostra técnicas experimentadas que, para milhões de homens e mulheres, deram bons resultados em cada passo da vida, em um conjunto de fórmulas práticas que podem durar a vida toda.

freepik

Pílulas contra a preocupação

Para auxiliar no controle da preocupação excessiva e administrar o estresse, reproduzimos 33 princípios apresentados por Giuliano Alleva, coach formado pela Sociedade Latino Americana de Coaching. Leia e coloque em prática no seu cotidiano!

1- Viva o dia de hoje.

2- Faça a pergunta: Isso é uma preocupação ou um problema?

3- Lembre-se de que 95% das nossas preocupações não se transformam em problemas.

4- Todo problema tem solução.

5- Prepare-se para aceitar o pior e pense como solucionar.

6- Lembre-se do preço exorbitante, em termos de saúde, que você pode vir a pagar, se não dominar suas preocupações.

7- Pare de sofrer pelo passado.

8- Tente tirar proveito dos seus erros.

9- Conte com a ingratidão.

10- Nunca tente vingar-se dos seus inimigos.

11- Acredite em Deus.

12- Tenha bons hábitos no trabalho.

13- Saiba descansar durante o dia, nem que sejam 10 min.

14- Aprenda a dizer não sem sentir culpa ou lástima por ninguém. Procurar agradar a todos é um grande desgaste emocional. Lembre-se você não é a fonte dos prazeres.

15- Saiba perdoar a si mesmo e ao outro.

16- Faça uma tarefa por vez. Não canse excessivamente a sua mente.

17- Nem tudo depende de você, esqueça de uma vez por todas que você é indispensável no trabalho, casa ou grupo de amigos. Ainda que você não goste, tudo caminha sem a sua intervenção.

18- Tenha e desenvolva critérios de resolução de problemas e tomada de decisões.

19- Evite reagir à ansiedade dos outros como se fosse sua.

20- Sua família não é você. Só está perto de você, mas não é sua propriedade.

21- É preciso ter sempre alguém com quem falar abertamente.

22- Não deseje saber se alguém fala mal de você. Apenas faça o melhor que puder e tudo se resolverá.

23- Competir em momentos de lazer, ou na vida do casal, é o preço para quem quer ficar cansado ou perder a melhor parte.

24- A rigidez é boa nas pedras, não nos seres humanos.

25- Conheça a hora certa de sair de uma situação ou reunião, mesmo as informais.

26- Uma boa hora de diversão é um magnífico bálsamo para as preocupações. Divirta-se.

27- Tenha em mente que a intuição, inocência e a fé podem ser seus melhores amigos.

28- Ajude as pessoas. A benção passa por você.

29- Adie decisões quando estiver cansado ou nervoso.

30- Cultive bons pensamentos, leia bons livros, ore, reze, medite, cante.

31- Você já percebeu que o medo do problema é muitas vezes maior que o problema.

32- Pare de se afogar em tigelinhas.

33- Compreenda de uma vez por todas que: Você é o que você faz de si mesmo.

 

Cadastre-se ao lado e receba informações em primeira mão!

 

Com informações:

Controle de Preocupações

Você é ansioso? Saiba como controlar a preocupação excessiva

Como Evitar Preocupações e Começar a Viver

Dartagnan Costa

Advogado OAB/RS 72.784 Diretor na empresa Dartagnan & Stein Sociedade de Advogados, atuando no Estado do Rio Grande do Sul. Bacharel e Mestre em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul Especialista em Direito Tributário pela Universidade Cândido Mendes Especialista em Direito Empresarial do Trabalho pela Universidade Cidade de São Paulo MBA em Direito da Economia e da Empresa pela Fundação Getúlio Vargas

Deixe uma resposta