O que esperar das novas gerações nas empresas?

Sabemos que existem quatro tipos de gerações ativas no mercado de trabalho (Baby Boomers, Geração X, Geração Y e Geração Z) e elas se comportam de maneira diferente no mercado de trabalho (leia sobre o assunto aqui). Mas com tantas diferenças, o que esperar de cada uma dentro das empresas?

O passo principal é buscar de cada um o seu melhor mesmo que, para isso, seja necessário fazer algumas adaptações na forma como a empresa vê o funcionário. Afinal, as gerações Y (nascidos entre os anos 80 e 2000) e Z (metade da década de 90, até 2010) estão tornando-se maioria entre os funcionários de uma organização.

Mas, o que eles querem? Conforme o site Guia de Carreira, os profissionais da geração Y estão em busca de rápida ascensão e conforto no ambiente de trabalho, não se preocupam tanto com o tempo em uma empresa e se alguma oportunidade melhor aparecer, eles não se intimidam em mudar.

Nesse caso, a questão financeira não é fator crucial, além disso, são levados em consideração fatores como: o ambiente, o dinamismo, possibilidade de desenvolver suas habilidades e poder expressar sua opinião. Eles também têm sede de liderança e a empresa é quem precisa fornecer todos os subsídios para que se tornem os futuros líderes.

As duas gerações vivem conectadas e gostam de trabalhar, mas valorizam – e muito – um ponto: a preocupação da empresa com a sua vida pessoal. Os profissionais estão buscando organizações que oferecem benefícios como horário de trabalho flexível, home office, ambiente inovador e programas de qualidade de vida.

Segundo o site Santander Negócios e Empresas, os profissionais das novas gerações se dedicam o quanto precisam para suas funções, mas precisam sentir que têm tempo o suficiente para resolver suas questões pessoais, ficar com a família e amigos e até mesmo investir em alguma formação.

Juntamos dicas dos dois sites para que o empresário saiba lidar com as novas gerações dentro das empresas. Afinal, o mundo tem mudado muito rápido e é preciso que as empresas estejam adequadas às necessidades dos seus funcionários. Até porque, quem ficar para trás, pode perder público e negócios.

Dollar Photo Club
  • Gestor Inspirador

Outra forma da empresa encantar as gerações Y e, especialmente, Z é possuindo líderes inspiradores na organização. Figuras de liderança de sucesso, que comprovem como o desenvolvimento interno da companhia é efetivo e que engajem sua equipe a sempre darem o seu melhor são extremamente motivadores para esses profissionais.

  • Participação ativa na mudança

Jovens não querem ser coadjuvantes na história de uma empresa, e sim possuírem participação ativa em todas as mudanças e transformações da organização. Querem ter voz, dar palpite e opiniões, criar novas ideias e ganhar a oportunidade de inovar. A empresa deve se atentar a ter um modelo de negócio no qual todos os seus colaboradores possam participar.

  • Feedback

Com a presença de um líder, é comum que os jovens busquem informações sobre si mesmos, através de feedbacks, para compreenderem sua situação dentro da empresa e onde estão suas fraquezas e seus pontos fortes, podendo assim aprimorar suas habilidades e tornar-se um profissional mais completo.

  • Flexibilidade

Por serem caracterizados pelas habilidades multitarefas e estarem sempre conectados. É comum que busquem por empresas que ofereçam maior flexibilidade, principalmente de horários, haja vista as pessoas que desempenham melhor as atividades durante a noite e outras que sentem muito mais dispostos pela manhã.

  • Ambiente Moderno

O ambiente é muito importante. Aquela ideia de empresa formal, onde todos se vestem com roupas sociais não agrada totalmente os jovens da geração Y. Esses jovens buscam ambientes descontraídos, sem restrições e que ofereçam o maior nível de conforto possível.

  • Aprendizado

Mas não só de conforto vive esse jovem profissional, eles sabem que estão em um ambiente onde tudo muda em pouco tempo e sem atualização e constante estudo podem perder o posto alcançado. Por isso, procuram empresas que ofereçam oportunidades de aprendizado constante e incentivo a novas qualificações.

  • Reconhecimento

A busca constante de reconhecimento é também um ponto chave de busca do jovem profissional. Gostam de saber quais os planos traçados pela empresa o envolvem, não vendo problemas em trocar de empresa ao se sentir fora desses planos. Dessa característica surge um problema, falta paciência e sobrar insatisfação.

Cadastre-se ao lado e receba as atualizações em primeira mão!

Com informações

O que as novas gerações esperam das empresas

Os desafios em lidar com as novas gerações no mercado de trabalho

Como o empresário deve lidar com as diferentes gerações?

Dartagnan Costa

Advogado OAB/RS 72.784 Diretor na empresa Dartagnan & Stein Sociedade de Advogados, atuando no mercado do Rio Grande do Sul. Bacharel e Mestre em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul Especialista em Direito Tributário pela Universidade Cândido Mendes Especialista em Direito Empresarial do Trabalho pela Universidade Cidade de São Paulo MBA em Direito da Economia e da Empresa pela Fundação Getúlio Vargas

Deixe uma resposta